COMUNICAÇÃO AUMENTATIVA E ALTERNATIVA

Em algumas situações, a capacidade de falar e interagir com o meio ambiente (utilizar o telemóvel, navegar na internet, etc) pode estar significativamente comprometida. Atualmente, contudo, existem soluções tecnológicas e não tecnológicas, que permitem aumentar estas capacidades, através de dispositivos especificamente configurados para o utilizador.

A Comunicação Aumentativa  e Alternativa é uma área da prática clínica que se foca nas necessidades de pessoas com alterações graves da comunicação, caracterizadas por uma perturbação na produção da fala e/ou linguagem.

DETALHES DA TERAPIA

A CAA utiliza uma grande variedade de técnicas e ferramentas, incluindo quadros de comunicação com imagens e/ou palavras, dispositivos de síntese de fala, gestos manuais, etc, que facilitem e permitam à pessoa exprimir pensamentos, necessidades, desejos e ideias.

A Comunicação Aumentativa é utilizada enquanto suplemento da capacidade de fala e a Comunicação Alternativa no caso de ausência de fala ou da sua funcionalidade para transmitir mensagens.

A CAA pode ser temporária (por exepmplo, em doentes internados em unidades de cuidados intensivos), ou permanente.

  • Estratégias de facilitação da comunicação;
  • Utilização, criação e edição de meios alternativos de comunicação;
  • Treino de utilização de meios amentativos/alternativos de comunicação.

PROCESSO TERAPÊUTICO

O processo terapêutico inicia-se com uma entrevista e uma avaliação, cujos dados obtidos permitem estabelecer o diagnóstico terapêutico, aferir a funcionalidade de comunicação atual, identificar necessidades de comunicação, delinear objetivos comunicativos e, posteriormente, selecionar o meio de comunicação aumentativo/alternativo.

A duração e a frequência do acompanhamento em terapia da fala dependem de vários fatores e são acordadas em conjunto com o utente, no seguimento dos objetivos e expectativas identificados.

UA-105588370-1